Baja Portalegre

Baja Portalegre 500

A Baja Portalegre 500, uma das mais importante provas do Todo-o-Terreno internacional, está prestes a começar e grande parte das atenções vão estar centradas na luta pelo título da Taça do Mundo FIA de Ralis de Todo-o-Terreno, com os Campeonatos Nacionais de Automóveis e Motos a verem também decididos os títulos na prova do Automóvel Club de Portugal.

No que toca à competição FIA, responsável pela presença de 49 formações, a Baja Portalegre 500 será o tudo ou nada para as aspirações de Vladimir Vasilyev e Nasser Al-Attiyah. O russo chega a Portugal na frente da classificação, mas o qatari ainda tem condições para inverter a diferença e arrebatar o ceptro, ainda para mais depois da vitória conquistada na última jornada da Taça do Mundo, em Marrocos. Diferente é a situação nos T2 da Taça do Mundo, já que o russo Andrey Rudskoy já garantiu a conquista do ceptro.

Enquanto isso, o Campeonato Nacional de TT também deverá ser palco de vários momentos de interesse. Ricardo Porém chega a Portalegre na liderança da classificação, seguido de Miguel Barbosa contudo, as contas não são fáceis e a vitória só por si pode não garantir a coroa a Porém. Terminada está a luta nos T2, com o título a ter já sido atribuído a Alexandre Franco.

Enquanto isso, nas Motos o embate mais esperado será Mário Patrão, vencedor da última edição da Baja e actual líder do Campeonato Nacional de TT das duas rodas, e António Maio. Já no que respeita aos Quads, Roberto Borrego e Ricardo Carvalho são os nomes a acompanhar de perto, não estivessem os dois a disputar a conquista do ceptro do Campeonato Nacional de Quads. O primeiro luta para garantir o título e regressar aos triunfos em Portalegre, enquanto o segundo tem por objectivo inverter a desvantagem pontual no campeonato e estrear-se a ganhar na Baja. Decidido está apenas o ceptro dos UTV/Buggy a favor de Jorge Monteiro.

Em termos de figurino a Baja Portalegre 500 apresenta um programa em tudo semelhante ao de outros anos. A quinta-feira dia 30 de Outubro será reservada às Verificações Técnicas e Administrativas, com a sexta-feira, 31 de Outubro, a ser palco do Prólogo 5,52 km para os Carros e Motos, que se mantém igual ao de edições anteriores. Enquanto isso o sábado, 1 de Novembro, será o dia de todas as decisões. Os Automóveis terão pela frente dois Sectores Selectivos de 200,4 e de 212,6 km, este último a apresentar a novidade de ter partida no Crato e a chegada, como sempre, em Portalegre. Já as Motos disputam apenas um, mas com 380 km cronometrados, também eles com partida no Crato e chegada em Portalegre.

Estão assim lançados os dados para o que promete ser uma jornada absolutamente emocionante, com os Campeões do Mundo de Automóveis e os Campeões Nacionais de TT das quatro e das duas rodas a serem conhecidos e onde o mais pequeno erro pode custar muito caro aos pilotos, pelo que o público terá certamente muitos motivos para marcar presença.



Não existem comentários

Adicione o seu